Gestão de estoque eficiente: impacto nos custos e lucro

Refinar processos e tornar a empresa o mais produtiva possível passa por uma gestão precisa. Dessa forma, é necessário ter controle de todos os números do negócio para efetivar o bom funcionamento da cadeia produtiva. Nesse sentido, a gestão de estoque é um fator preponderante para se ter atenção. Isso porque é um indicador que garante matéria-prima, produtos e demais utensílios para todo o abastecimento e funcionamento da empresa. Confira agora como uma gestão de estoque eficiente impacta nos custos e lucros do negócio. 

# Sazonalidades 

Uma gestão de estoque eficiente leva em consideração sazonalidades. Essas podem estar relacionadas ao clima (verão e inverno) ou até mesmo datas comerciais, como Dias das Mães e Natal. Está se perguntando o que o seu estoque tem a ver com isso? Vamos lá! 

Se você trabalha com produtos, é de se esperar que certas épocas do ano saiam alguns itens mais que os outros. Já no caso de serviços, a sazonalidade pode interferir até mesmo nos uniformes dos seus profissionais. Por exemplo, com peças de frio ou ainda temáticas para as festividades. Ou seja, a gestão de estoque precisa prever, lá no planejamento do início do ano, todas essas variáveis. Dessa forma, garante-se que durante cada época do ano estejam disponíveis peças, utensílios e materiais necessários. Reduza os custos

# Performance 

Ter um controle de estoque eficiente faz com que a empresa tenha uma melhor performance frente ao mercado. Isso porque, através desses dados, é possível entender quais produtos possuem um maior apelo no mercado. Para assim fazer campanhas específicas para eles. 

Além disso, esse dados permitem uma otimização de processos junto aos fornecedores. Já que são eles que fazem o abastecimento da empresa é preciso que tudo funciona em um ritmo coerente com as demandas. Assim, garante-se que não falte produtos para o público consumidor.

#Indicadores 

A gestão de estoque eficiente é o que ordena toda a cadeia produtiva. Agora você já viu como ela é importante. Mas, em termos práticos, sabem quais são os principais indicadores para se analisar? 

  • Número de produtos 

Para tomar qualquer decisão em um negócio é preciso ter em mãos os número de produtos disponível. Imagina só: você lança uma promoção e não tem quantidade de produtos suficiente para atender a demanda. Isso causa uma enorme frustração no cliente, que pode nem querer mais comprar com você. 

  • Ruptura 

Esse dado demonstra a porcentagem de itens em falta em relação ao total existente na loja.

  • OSA

Em inglês o “On Shelf Availability” permite ao gestor saber em porcentagem quantas vezes o cliente procurou um certo item e o encontrou para a compra e também quando não o encontrou. Dessa forma, avalia o quanto a demanda do consumidor foi satisfeita. 

  • Giro de estoque 

Já esse indicador demonstra quais produtos estão encalhados na empresa. Os itens que estão sem vender por muito tempo sinalizam um problema na rentabilidade do negócio. Ter a ciência disso, possibilita o desenvolvimento de ações para reverter esse quadro. 

Pensa em investir em uma gestão de estoque eficiente? A Mais Consultoria atua há mais de 16 anos no mercado oferecendo soluções para os seus clientes em otimizações de processos, estratégia, gestão financeira e qualidade. Entre em contato no banner abaixo e converse com um de nossos consultores para, juntos, impulsionarmos o seu negócio. 00Fale com consultor