O segredo para reduzir os custos por meio da gestão financeira

O sucesso financeiro de uma empresa é um dos fatores decisivos para o seu desenvolvimento no mercado. Mas afinal, qual é o segredo para reduzir os custos por meio da gestão financeira?

Em uma boa gestão financeira a redução de custos é uma estratégia permanente, não apenas para ser lembrada quando o negócio enfrenta problemas.

Em tempos de crise, nada é mais adequado do que questionar e avaliar seu investimento. Como está a gestão financeira da sua organização?  Você já parou de fazer essa análise? As contas estão apertadas?

Nesse artigo vamos discutir algumas questões sobre como reduzir custos e melhorar as finanças da sua empresa! Vamos lá?

O que é a Gestão Financeira?

A gestão financeira é o processo de análise, controle e planejamento envolvendo os seguintes aspectos:

  • Patrimônio;
  • Despesas;
  • Lucros;
  • Financiamentos;
  • Investimentos.

Em um mercado cada vez mais competitivo, entender o fluxo e a direção dos recursos financeiros de uma empresa é uma habilidade vital para qualquer empresa. Afinal, por meio dessa gestão precisa de recursos, é possível promover a redução de custos e a otimizar receitas!

Segundo análise da OnePoll, empreendeder é o sonho de 77% dos brasileiros.

Aqui, a flexibilidade de atividades e horários realizados no âmbito do perfil do empresário é apontada como o principal influenciador da tendência. No entanto, os empresários enfrentam dificuldades neste processo – o planejamento financeiro é o principal problema.

O último relatório do SEBRAE informa que uma em cada quatro empresas abertas no Brasil fecha antes de completar dois anos de atividade no mercado. Mas, felizmente, essa situação não é irreversível.

Por meio de medidas pontuais e inovadoras de gestão financeira, é possível manter os negócios, conquistar novos mercados e equilibrar despesas e receitas.

Como reduzir os custos por meio da gestão financeira

Agora que você já sabe qual é o conceito de uma gestão financeira, vamos entender como reduzir os custos empresarial por meio de medidas pontuais e inovadoras de gestão financeira:

Analise os custos atuais

Você deve primeiro fazer um diagnóstico dentro da empresa para determinar quais despesas são fixas e quais são variáveis, para que você possa planejar dentro dos padrões aceitáveis ​​do plano financeiro.

Para tal, é importante reunir a sua equipa e comunicar os seus custos, o que lhe permitirá perceber os custos necessários e os custos que podem ser mais flexíveis.

Dessa forma, haverá uma compreensão sistemática da situação financeira da empresa e a possibilidade de controlar melhor essa situação financeira para tomar ações corretivas com base nas necessidades operacionais do seu negócio.

Reveja seus investimentos com recursos humanos

O salário dos colaboradores é um dos principais custos de uma organização. Portanto, é muito importante fazer uma análise séria na área de recursos humanos, como falamos no projeto anterior, para pensar e verificar quais os benefícios e resultados que a área está trazendo para a empresa.

Antes de considerar possíveis demissões, recomendamos fazer os ajustes necessários para aumentar a taxa de receita do departamento, o que trará melhores resultados e ajudará nos ajustes financeiros.

Calcule o retorno ao investimento de cada colaborador, para analisar se a performance da equipe está trazendo bons frutos a empresa.

Faça ajustes para que o departamento tenha um melhor índice de sucesso, o que trará melhores resultados para todos. É importante lembrar que as dispensas também trazem custos para a organização!

Faça uma pesquisa de mercado

Avalie a posição da empresa em seu segmento de atuação e as condições de mercado em que a empresa está inserida. Esses aspectos ajudam a visualizar quais recursos são benéficos para a situação financeira da empresa e quais recursos precisam ser reduzidos.

Projete cenários otimistas e pessimistas

Considerando os gastos e receitas da empresa, é essencial prever o otimismo e pessimismo da empresa. Um bom ponto de partida é conduzir uma análise SWOT, pesando vantagens, desvantagens, oportunidades e ameaças.

Faça um planejamento financeiro de sucesso utilizando nossa PLANILHA GRATUITA DE SWOT, clicando aqui.

Quer descobrir o segredo para reduzir os custos por meio da gestão financeira?

Realize um controle financeiro da sua empresa com a Mais Consultoria!

O controle financeiro da empresa é baseado no desenvolvimento de um controle de caixa, análise de relatórios e uma compreensão do equilíbrio entre entradas e saídas!

Manter o controle financeiro empresarial é essencial para garantir a prosperidade financeira do seu negócio e, consequentemente, o destaque da sua marca no segmento em que atua. Quando se trata de saúde financeira, todo cuidado é pouco!

Como você tem mantido o controle financeiro empresarial do seu negócio? Entre em contato conosco e realize um controle financeiro da sua empresa conosco!

solicitar-proposta-personalizada segredo gestão financeira

Consultoria para restaurante: 7 dicas para um gerenciamento eficiente

Um restaurante de sucesso é feito por um conjunto de estratégias e processos para garantir uma experiência completa para seus consumidores. O pleno funcionamento de tudo isso pode ter impacto direto de uma consultoria para restaurante. Mas, de imediato, se você tem interesse em alavancar o seu negócio do setor, confira as 7 dicas para um gerenciamento eficiente.

#1 Plano de negócio e controle financeiro

Essa primeira dica é bem geral. Não apenas um negócio do segmento alimentício, mas qualquer outro precisa ter, primeiramente, um plano de negócio e também controle financeiro.

Isso porque, uma comida incrível, marketing e infraestrutura são conquistados com verba, e guiados por um estruturado plano de negócios.

Se você ainda não desenvolveu o seu plano de negócios, ou precisa aperfeiçoar o existente, pode conferir todos os detalhes do que precisa para criá-lo no nosso artigo “Plano de negócios: guia completo para montar o seu”

#2 Inove

Para as estratégias do seu estabelecimento é preciso pensar em táticas de fidelização de seus clientes. Mas, isso não significa seguir as mesma regras do jogo para sempre. Pense em pequenas inovações que podem fazer toda a diferença para os consumidores.

São ações importantes implementar novidades no cardápio, oferecer um brinde ou fazer uma promoção. Além disso, existem outras possibilidades trazidas pelo mundo online.

É possível citar como exemplo os aplicativos de delivery. Assim, seus consumidores podem recorrer aos seus pratos mesmo na correria do dia a dia no trabalho ou em casa. O mundo dos aplicativos também pode ser incorporado para fazer a coleta de feedbacks ou até mesmo para automatizar o recurso das reservas.

#3 Gestão de estoque

A gestão de estoque para restaurantes é uma tarefa complexa e absolutamente necessária. Mais do que qualquer outro negócio, o rigor aqui implica em não comprar nada em demasia, ter muita atenção às datas de validade, entre tantos outros aspectos essenciais para qualquer gestão de estoque eficiente.

Resumidamente, pode-se dizer que existem 4 pontos de atenção em uma gestão de estoque eficiente. São eles:

  • Periodicidade para balaço do estoque;
  • Cálculo de quantidades mínimas e máximas de cada item;
  • Organização de produtos por categorias;
  • Software para a gestão de estoque.

Para saber mais detalhes, leia nosso artigo “Gestão de estoque eficiente

#4 Monitore processos e resultados

Mas, mesmo com todas essas dicas, como saber se a sua estratégia vai bem? Monitore resultados. Por meio deles é possível aprimorar as estratégias. Nesse sentido, os principais indicadores que configuram pontos de atenção são estes:

  • Quantidade de pedidos;
  • Fluxo de caixa;
  • Controle de estoque;
  • Identificação de sobras (para evitar desperdícios);
  • Acompanhamento de fornecedores.

Banner para o guia "Métodos para otimizar processos e reduzir custos", no artigo "Consultoria para restaurante"

#5 Invista em tecnologia

A tecnologia é importante não apenas para aproximar o seu restaurante do público. Mas, sobretudo, para a automatização de processos e facilitação da rotina produtiva.

Isso porque a automação de frente de caixa, controle de estoque, ou até mesmo de suporte técnico vão fazer toda a diferença no tempo de produção, controle de processos e incidir sobre a produtividade e rentabilidade do restaurante.

#6 Fique de olho na legislação para o segmento

Além de uma consultoria para restaurante, invista também em conhecimento sobre as normas do setor. A alimentação de grandes públicos precisa de extremo rigor. Para ter o respaldo legal mantenha o seu ambiente dentro das condições desejáveis para pleno funcionamento do estabelecimento. 

É essencial ter um ambiente limpo e higienizado e cuidar bem da conservação e manuseio dos alimentos. Além disso, informe-se também sobre questões estruturais para a segurança do local, como disposição das mesas, avisos de segurança, etc.

#7 Conte com uma consultoria para restaurante especializada

Por fim, nossa última dica é sobre o serviço, propriamente dito, de consultoria para restaurantes. Pratos saborosos, ambiente agradável, um bom marketing e um atendimento diferenciado são os pontos visíveis de toda uma estratégia de gerenciamento. No entanto, a mesma também deve trabalhar em prol de padrões de qualidade, logística e manutenção de todo o estabelecimento.

Por isso, é importante contar com uma consultoria para restaurante profissional. Ela já estará familiarizada com parâmetros, padrões e números que podem levar seu restaurante ao sucesso. A Mais Consultoria presta esse tipo de atendimento trabalhando em 4 principais frentes de atuação: Qualidade, Estratégia, Gestão Financeira e Otimização.

Por meio de uma avaliação gratuita é possível enxergar em qual ou quais desses pontos o seu restaurante tem gargalos, para saná-los com soluções de fácil aplicação e com excelentes resultados.

Banner para solicitação de proposta, no artigo "Consultoria para restaurante"