Qual a importância da gestão de qualidade na indústria?

Qual a importância da gestão de qualidade na indústria?

A implementação da gestão da qualidade da indústria melhora a eficiência operacional e fornece produtos que atendam cada vez mais às expectativas do cliente.

O grande objetivo da gestão da qualidade é minimizar a possibilidade de defeitos e erros. Porém, para alcançar os resultados desejados, além de superar alguns desafios, alguns aspectos básicos devem ser considerados.

A gestão da qualidade depende de uma série de soluções, como o investimento em novas tecnologias para controlar e aprimorar os processos do dia a dia. No entanto, muitas organizações continuam calculando o custo do investimento estratégico, quando na verdade deveriam medir o custo de não investir.

Os erros graves, como processo de otimização da gestão com foco na qualidade, fornecem soluções que atendem aos interesses dos clientes e geram resultados.

Quer entender a importância da gestão da qualidade e como aplicar na indústria? Continue a leitura! ↓

O conceito de gestão da qualidade na indústria

No período do pós-guerra, a atenção à qualidade foi reforçada no Japão. Como a empresa precisava melhorar sua reputação e ganhar participação no mercado, ela começou a investir em soluções, resultando em uma variedade de métodos de gestão de qualidade total.

Atualmente, são três os pilares da qualidade: comunicação, busca da melhoria contínua e uso de tecnologia adequada – isso será visto mais adiante. É uma certificação internacional que pode mostrar ao mercado que uma empresa está operando dentro dos parâmetros considerados ideais para prestar serviços de qualidade. Estamos tratando sobre a International Organization for Standardization ou, como conhecemos como “ISO”.

A gestão da qualidade é uma estratégia que busca continuamente elevados padrões e visa a melhoria do desempenho. Está relacionado ao desempenho de pessoas, processos, produtos e do próprio ambiente de trabalho. Portanto, use e abuse dos conceitos, métodos e tecnologias aplicáveis ​​à sua empresa!

→ Leia também: Sistema de Gestão da Qualidade para a sobrevivência das empresas

Oito pilares da gestão da qualidade na indústria

1) Foco no cliente

O foco no cliente vem em primeiro lugar, pois é a a base, de qualquer estratégia dentro de um negócio. Não adianta ter vários processos de controle de qualidade se, ao final, você não cumpre as expectativas dos clientes.

A sua indústria deve solucionar os problemas que motivam a compra do cliente por meio de um atendimento satisfatório e completo!

2) Desenvolvimento de Lideranças

Um time no qual não possui uma boa formação de lideranças, é uma equipe sem um caminho bem definido para seguir. Esse pilar garante que a sua indústria tenha metas e objetivos claros!

Os líderes são responsáveis por mostrar aos colaboradores a sua participação e responsabilidade no todo. Dessa forma, equipe produzirá mais ao entender seu papel na organização.

3) Envolvimento da equipe

Toda gestão da qualidade refere-se ao processo de eficiência e eficácia. Um projeto bem administrado obtém uma série de benefícios, como redução de custos, entrega de consistência, redução de desperdícios e promoção de otimização contínua.

Isso se traduz em melhor desempenho e, portanto, conquista a confiança dos clientes. Portanto, cada funcionário tem a responsabilidade de verificar a qualidade do seu trabalho no local de trabalho.

4) Padronização de processos

A padronização de processos serve para que todas as ações sejam executadas da mesma forma por todos os funcionários. Desse maneira, evita-se que dois colaboradores façam a mesma tarefa com níveis de qualidade muito distintos.

A partir disso, cada atividade terá um início, meio e fim. Além de trazer mais eficiência, este pilar garante maior velocidade aos projetos, pois as pessoas não precisam ficar perdidas a respeito dos próximos passos do processo.

5) Gerenciamento de qualidade

As diretrizes da ISO estabelecem esse pilar como um sistema para identificar, compreender e gerenciar processos continuamente inter-relacionados para orientar a gestão. Portanto, o processo não deve ser visto isoladamente, mas como um todo, cujo objetivo principal é a gestão eficaz da qualidade.

6) Busca por melhoria contínua

A otimização constante deve ser um dos principais objetivos de uma indústria. Diante de crises econômicas por exemplo, enquanto os seus concorrentes estarão reestruturando os processos para manter o nível de qualidade, você estará pensando em investir em ações mais estratégicas, como marketing ou desenvolvimento de novos produtos.

7) Decisões baseadas em dados

Com a ajuda de várias ferramentas de Business intelligence e Big data, não é mais possível confiar apenas em critérios subjetivos (como a intuição ou achismos) para tomar decisões. Afinal, o ambiente digital fornece uma variedade de dados que permitem identificar com precisão os pontos problemáticos de seus clientes e o melhor momento para resolvê-los.

Além disso, você pode obter vários insights sobre o seu negócio por meio de relatórios, indicadores, métricas, etc. Como resultado, você poderá melhorar a qualidade dos processos e resultados com base em FATOS REAIS!

8) Relação de parceria com fornecedores e usuários

Por fim, temos um pilar para promover relacionamentos saudáveis ​​com fornecedores. Isso é essencial para você manter um relacionamento de dependência mútua. Portanto, ambas as partes devem se esforçar para melhorar a qualidade uma da outra, a fim de manter um círculo virtuoso.

Benefícios da gestão da qualidade na indústria

Garante o melhor desempenho

Essa estratégia reduz a quantidade de retrabalho por parte da equipe envolvida, visto que todas as partes precisam seguir o monitoramento do nível de qualidade de suas próprias entregas.

Atinge melhores níveis de satisfação dos clientes

Por meio de projetos e produtos que atendam o máximo – ou até mesmo além! – do escopo, é possível resolver diretamente os problemas do cliente. A maioria das reclamações dos clientes tem a ver com a quebra das expectativas inicias que não foram atendidas corretamente.

Assegura consistência nos produtos e processos

Essa consistência está relacionada a oferecer o mesmo nível de qualidade em cada produto ou serviço prestado. Ao entregar produtos e serviços com qualidades distintas para os clientes, a organização sofrerá com reclamações e perda de autoridade no mercado.


O setor da indústria está sempre em mudança, e acompanhar essas novas demandas é essencial para conquistar competitividade no mercado.

Portanto, entender a gestão de qualidade na indústria e aplicá-la, dedicando-se a cada um dos pilares, se faz cada vez mais necessário. Sem essa visão estratégica, dificilmente uma indústria terá sucesso à longo prazo.

Agora que você já sabe o que é gestão de qualidade e conhece os seus principais pilares, leia este artigo e entenda como ter uma linha de produção de qualidade e excelência.

gestão de qualidade na indústria