Franquia ou negócio próprio? Descubra a melhor opção para você

Franquia ou negócio próprio

Começar um empreendimento requer persistência, estudo em diferentes áreas e aptidão. Além de investimento financeiro e também uma decisão certeira sobre o tipo de negócio para a garantia de sucesso. Aí, entra a questão: franquia ou negócio próprio?

Cada uma dessas escolhas têm seus pontos positivos e negativos, é o que você confere agora para ponderar qual melhor combina com seu perfil empreendedor.

Franquia: vantagens

Em linhas gerais, optar por uma franquia é escolher um modelo de negócio que já deu certo e tem um nome e uma estratégia de marketing consolidados.

Além disso, existe todo um suporte do franqueado, sobretudo no início do negócio. Assim, as incertezas que marcam o início de um empreendimento são reduzidas.

Já em relação à questão financeira, algumas compras são feitas em conjunto, proporcionando maior economia. E a tendência é que o faturamento comece de forma mais rápida.

Leia também: Investir em franquia vale a pena?

A franquia te pareceu uma boa opção? Confira também os pontos positivos de ter um negócio próprio.

Negócio próprio: vantagens

Você é o tipo de empreendedor com muita vontade de inovar? Já tem uma ideia muito boa? Então um modelo de negócio próprio é o mais indicado para você.

Isso porque permite uma maior autonomia, com a criação de uma marca que tenha a sua cara. Assim, você também pode criar e inovar, seja em promoções, estratégias e novos produtos.

Nesse sentido, ao lançar o negócio, se ele não se adequar bem ao seu público, é possível ajustá-lo. E, ao dar certo o lucro é todo seu!

Se tudo parece um mar de rosas em ambos os modelos de empreendimento, confira agora os pontos de desvantagem de cada um deles.

Planilha SWOT

Franquia: desvantagens

Pode-se dizer que a principal desvantagem de uma franquia é a falta de flexibilidade. Você está comprando a ideia brilhante de outra pessoa, logo, precisa seguir a risca todas as decisões corporativas do modelo de negócio adquirido. Dessa forma, não pode criar mudanças no produto, no serviço e nem mesmo nas estratégias de marketing.

E não é apenas isso, precisa de aprovação do franqueado também em relação ao ponto comercial. Caso contrário, não pode abrir a franquia. Por fim, ainda paga certas taxas inerentes a esse tipo de negócio que consomem parte do seu lucro.

Você também pode se interessar por:  Dicas de Empreendedorismo para um negócio de sucesso

Negócio próprio: desvantagens

Mas, um negócio próprio também tem suas desvantagens. A principal delas é a incerteza. Se você é inexperiente pode ser muito mais difícil reunir todas as habilidades e conhecimentos necessários para um negócio de sucesso.

Por isso, é muito importante aqui fazer um maior esforço para estudar o mercado em que se deseja inserir. Além disso, o prazo de gastos, antes de obter lucros é maior em um negócio próprio do que em uma franquia. Isso porque é uma nova marca que está tentando conquistar seu espaço, o que é bem diferente de abrir um nome já consolidado.

Ou seja, sem uma ideia realmente inédita e inovadora, pode ser bem difícil destacar-se em meio à concorrência.

Para você: franquia ou negócio próprio?

Agora você já conhece as vantagens e desvantagens de investir em um empreendimento de franquia ou negócio próprio. De acordo com essas especificidades, conseguiu se decidir sobre qual é o melhor para o seu estilo de empreendedor?

Se precisa de uma consultoria empresarial especializada para gerir o seu negócio seja ele franquia ou negócio próprio, fale com a Mais Consultoria. São 16 anos contribuindo com soluções inteligentes para negócios, desenvolvendo projetos que abordam as áreas de Gerência Financeira, Estratégia e Otimização e Qualidade.

Orçamento Mais Consultoria