Mais Consultoria

8 erros na gestão da qualidade + formas de evitá-los de maneira eficiente

Pessoas sabendo como erros na gestão da qualidade

A gestão empresarial é, sem dúvidas, fator determinante para o sucesso de um negócio. Entretanto, para isso a gestão precisa ser estratégica, efetiva e qualitativa. Mas, muitos proprietários e gestores não entendem o que é a gestão de qualidade e como conseguir aplicar a mesma na realidade dos seus respectivos negócios. 

Dessa forma, em boa parte dos casos, a Gestão de Qualidade não é aplicada corretamente, gerando erros que fundamentam e causam o insucesso e a ineficiência de medidas administrativas que deveriam ser estratégicas e benéficas. Por isso, iremos evidenciar aqui os principais erros cometidos na gestão de qualidade e as formas efetivas de evitá-los. 

Para ter o detalhamento e o entendimento completo do assunto, nos acompanhe a seguir na leitura dos seguintes tópicos: 

  • O que é Gestão de Qualidade?
  • Ferramentas utilizadas na Gestão da Qualidade 
  • 8 erros na gestão da qualidade + formas de evitá-los de maneira eficiente 
  • Conclusão 

O que é Gestão de Qualidade? 

Antes de partimos para o ponto principal do nosso artigo, iremos explicar o que é a gestão de qualidade e as características principais de uma, para possibilitar o entendimento completo e efetivo do tema, de forma simples e objetiva. 

Sendo assim, Gestão de Qualidade é a administração empresarial caracterizada por uma série de ações estratégicas que tem como objetivo principal a melhoria constante e contínua de seus processos, sejam eles internos ou externos, relacionando todas as áreas e setores empresariais existentes. 

Dessa forma, a Gestão de Qualidade representa uma administração empresarial acima de tudo efetiva, organizada e benéfica para todos os processos empresariais que impactam diretamente o resultado final dos produtos e serviços entregues aos clientes. 

Além disso, as questões relacionadas à satisfação geral de colaboradores, ao planejamento, ao crescimento progressivo e a evolução contínua também são prioridades de uma gestão empresarial qualitativa. 

Por isso, é importante que a gestão de qualidade envolva e unifique todos os setores presentes na empresa, tornando todo o trabalho mais harmônico, interligado e funcional. Para o alcance desses aspectos, é necessário utilizar métricas de análise estratégica de processos, planejamentos e princípios básicos de sucessão.

Ferramentas utilizadas na Gestão da Qualidade

Dentre as ferramentas utilizadas, podemos citar como as principais delas:

  • Folha de verificação 
  • Gráficos de Controle 
  • Estratificação 
  • Brainstorming
  • Gráfico de Pareto 
  • 6 sigma 
  • 5S 
  • Fluxograma, entre outros. 

Tais técnicas são essenciais para melhorar a gestão de forma efetiva, além de possibilitar a análise e aplicabilidade das estratégias. Entretanto, elas não são as únicas coadjuvantes nesse processo. Para facilitar e garantir a qualidade de gestão, existem as certificações. 

A mais conhecida delas é a ISO 9001, importantíssima para informar aos clientes sobre o comprometimento da empresa com a garantia da qualidade, tendo em vista a necessidade de se adequar e atender a determinados requisitos para o recebimento do certificado. 

Assim, o seu público passa a ter mais confiança nos produtos e/ou serviços vendidos por você, garantindo não só a fidelização de público, mas também o aumento da autoridade empresarial, da vantagem competitiva, do faturamento e do sucesso. 

Por isso, contar com uma gestão de qualidade na administração do seu negócio é fundamental para o crescimento efetivo e progressivo do mesmo. 

Porém, ao implementar a gestão qualitativa de forma indevida, diversos erros são cometidos impedindo a efetividade da mesma. Conhecer tais erros é importante para evitá-los, tornando o processo de implementação mais assertivo e possibilitando a correção dos que já foram cometidos. 

Sendo assim, agora que você sabe o que é gestão de qualidade, reconhece a sua importância e entende algumas características centrais da mesma, podemos seguir para o ponto central do nosso artigo: Os 8 erros na gestão de qualidade + formas de evitá-los de maneira eficiente. 

8 erros na gestão da qualidade + formas de evitá-los de maneira eficiente 

1. Falta de planejamento 

O planejamento é fundamental para o direcionamento correto das atividades empresariais e suas respectivas implicações. Rosemery de Ross, por exemplo, define o planejamento como: 

“O planejamento é uma ferramenta que possibilita a organização de todos os passos necessários para que possamos alcançar os nossos objetivos” 

Ou seja, o alcance de objetivos pré definidos só é possível a partir de um planejamento que direcione todas as medidas e ações empresariais para a conquista dos mesmos. Por isso, é importante pensar no futuro de forma constante, considerando uma previsibilidade de ações baseada em dados e metas. 

2. Falta de ações voltadas para o consumidor 

Como bem sabemos, o consumidor é o que fundamenta a existência do seu negócio. Afinal, a sua empresa existe para oferecer produtos e/ou serviços a alguém. Por isso, é necessário que haja a idealização de ações e mudanças específicas para aumentar consideravelmente a satisfação do seu público. 

3. Falta de ações voltadas para os colaboradores 

Apesar do que muitos pensam, garantir e priorizar a satisfação dos seus colaboradores é tão importante quanto a dos seus clientes. Isso porque o processo produtivo, as vendas, a manutenção e a execução de ações e melhorias só é possível a partir deles. 

Dessa forma, é fundamental investir em ações voltadas para os colaboradores do seu negócio, como a oferta de treinamentos, o reconhecimento de valor, o aumento do engajamento, a tomada de medidas capazes de aumentar os níveis de satisfação, etc. 

Tudo isso irá gerar profissionais qualificados, efetivos, engajados e psicologicamente bem para exercer suas respectivas funções com maior nível de dedicação. 

4. Não medir e analisar os resultados 

Acompanhar os resultados é fundamental para medir os níveis de sucesso das estratégias adotadas e permitir a identificação de metodologias não funcionais. Por isso, conte sempre com a atuação de indicadores de desempenho, que irão te dar o feedback necessário para um direcionamento assertivo. 

5. Negligenciar ferramentas e princípios de qualidade 

Como dito anteriormente, a gestão de qualidade é baseada em ferramentas e princípios. Por isso, segui-los a risca é imprescindível para a eficiência da estratégia. Negligenciar esses fatores só atrasa e impede o processo.  

6. Postergar a realização de mudanças necessárias 

As mudanças são essenciais para a melhoria contínua e a resolução de problemas e gargalos produtivos. Alguns proprietários e gestores, mesmo cientes das mudanças necessárias, postergam a realização das mesmas e atrasam todo o processo de evolução empresarial. 

Por isso, realize o mais breve possível todas as mudanças necessárias assim que identificar um fator de inadequação em seu negócio. 

7. Desorganização em processos, documentos e ações 

A desorganização é, sem dúvidas, a maior inimiga da gestão. Por isso, mantenha os seus processos, documentos e ações os mais organizados possíveis. 

8. Não ter metas e objetivos bem definidos 

Sem metas e objetivos definidos, a empresa se perde em seus propósitos e fica a mercê de um destino nem sempre favorável. Por isso, se certifique de definir metas e objetivos plausíveis e alcançáveis na realidade do seu negócio, para direcionar assertivamente as decisões relacionadas ao mesmo. 

Conclusão 

Agora que você já sabe o que é gestão de qualidade, conhece os 8 erros mais comuns dela e entende não só a importância de evitá-los, como também a maneira correta de fazer isso, esperamos que aplique as dicas aqui dadas e aproveite de todos os benefícios que essas medidas podem gerar. 

Ademais, se gostou do nosso conteúdo e deseja ler outros semelhantes a esse, clique aqui e você será redirecionado ao nosso blog exclusivo e com vários artigos gratuitos para leitura.