Cases inspiradores do Planos de Negócios nas empresas

cases de sucesso de plano de negócios

Falamos muito sobre o que é um Plano de Negócios, além de sua aplicabilidade nas empresas, o que ele resolve, suas metodologias, estratégias, etc. O que vamos apresentar nesse artigo são dois Cases inspiradores do Planos de Negócios nas empresas!

Ou seja, empresas que de fato possuem um plano de negócios rodando, como foi o desenvolvimento ao longo do tempo e como isto fez com que estas empresas alcançassem o patamar atual.

A ideia desse artigo é te apresentar a aplicação dos planos de negócios em diferentes realidades e contextos, no qual compreenderemos melhor a importância de se ter um e os resultados alcançados. Caso você tenha caído de paraquedas nesse post e queira entender melhor sobre o que é um plano de negócio, é só clicar aqui. Vamos lá?

Cases inspiradores do Planos de Negócios nas empresas

  1. Coca-Cola

Bom, vamos ao que interessa para nós agora: cases de sucesso! E para começar, vamos falar de um estudo de caso da Coca-Cola. Sim, a gigante da “felicidade” (afinal de contas, quem nunca viu as propagandas de Natal da empresa e não quis comprar uma garrafa para a ceia?).

Que a nossa escolhida é um sucesso total isso ninguém tem dúvidas, mas para se manter no nível que alcançaram, sem ter um plano de negócios bem estruturado e sempre atualizado, é impossível.

Atualmente, é a maior empresa do setor “soft drinks”, de acordo com o ranking “Global 500 repport” da Brand Finance’s, com faturamento de cerca de 38 bilhões de dólares, 20 bilhões de dólares acima da principal concorrente (Pepsi).

Dentre todas as empresas no mundo, de todos os setores, é a 34ª maior marca do mundo. Mas manter-se no topo demanda mudanças que vão além de simples planos de ação dentro da organização. E a Coca-Cola mudou totalmente seu posicionamento de mercado nos últimos anos.

Entendendo as mudanças sócio-culturais, climáticas, de saúde e mercadológicas no qual o mundo vivencia atualmente, coube à empresa se adaptar às novas realidades, adequando seu planejamento estratégico: o foco em todas as ações tomadas pela empresa colocam o cliente no centro. Isso não diz respeito a aumentar o faturamento da empresa, mas como a opinião e gostos de cada pessoa importa para a marca.

A Coca-Cola atualmente

Hoje a Coca-Cola possui mais de 500 marcas em quase todas as categorias de bebidas, buscando sempre atingir todos os públicos, de todas as regiões do globo, entendendo a necessidade de se encaixar na cultura de cada lugar e agradar todos os consumidores, se preocupando inclusive com a saúde deles. Além disso, a empresa se posiciona fortemente no combate às mudanças climáticas, com todos os produtos ecologicamente corretos.

Tudo isto contribui para a Coca-Cola ser, de acordo com outro ranking, a 6ª empresa com marca mais forte no mundo. De acordo com o CEO da companhia, James Quincey:

“Estamos trabalhando para assegurar que os consumidores estejam no centro de nosso negócio para podermos continuar a crescer de maneira responsável. Se seguirmos por onde o consumidor está indo, nossas marcas irão prosperar e nosso sistema continuará a crescer. Isso é a nossa jornada”.

Todo esse processo de mudança de estratégia refletiu nas operações da empresa.

Com todas estas questões de sustentabilidade envolvidas, a empresa estreitou relações com ONGs e governos, além de importantes autoridades de saúde (como a OMS), promovendo mudanças em sua produção, desenvolvendo produtos mais saudáveis, sustentáveis e, claro, mais com a cara dos consumidores.

Isso impactou diretamente no crescimento financeiro da empresa: um crescimento em seu valor de mercado de $34,180 mi em 2016 para $37,935 mi
em 2020.

2. Agência Colorate

“Boa tarde Letícia, eu queria deixar aqui meu relato de que realmente foi muito bom trabalhar com todos vocês da Mais Consultoria. Minha avaliação eu dei nota 10 à vocês pela qualidade do serviço entregue.

O plano de negócio ficou realmente bem completo, todos conduziram o trabalho muito bem, com muita seriedade e mesmo no momento que eu precisei me ausentar, por estar doente, vocês deram continuidade não interrompendo o trabalho e com comprometimento de entrega.

Eu acho que todos trabalharam em uma integração com uma sinergia muito boa, resultando em um trabalho muito elogiado pelo cliente final.

É exatamente o que nós da agência Colorado prezamos: a qualidade e a satisfação do cliente, o que com certeza fará com que nós trabalhemos juntos novamente no futuro bem próximo. Obrigado a todos vocês por tudo e até breve!”

O depoimento acima é de um dos nossos clientes, o José Roberto, proprietário da Agência Colorate, uma agência de marketing de São Paulo – SP.

O desenvolvimento do Plano de Negócios para a Agência Colorate

O projeto no qual desenvolvemos com eles foi justamente um plano de negócios para um e-commerce. Porém, para um que ainda não existe. E como não existe, não podemos contar profundamente do que se trata o projeto e o plano em si.

No entanto, uma coisa que há em comum, tanto neste nosso projeto, quanto relacionado à Coca-Cola, foi a forma na qual buscamos olhar as percepções, dores e vontades dos consumidores. No mundo atual, é fundamental e inegociável se ter uma visão de “customer centricity”, isto é, o cliente no centro do negócio.

É ele quem é a principal parte interessada do negócio. Todas as estratégias da empresa foram focadas em ouvir os stakeholders (consumidores finais e usuários da plataforma de e-commerce), entendendo quais são suas respectivas necessidades.

Tudo isto com uma profunda pesquisa de mercado, tanto para validação de hipóteses quanto para coletar pontos de vistas de potenciais clientesR

Realização de um planejamento financeiro

A partir disso, toda a estratégia da empresa, diretrizes, plano de marketing, a operacionalização e todo o planejamento financeiro foi construído. Ao se entender o mercado, tanto na visão de consumidores quanto analisando outros players (concorrentes diretos e indiretos) já existentes, foi possível entender como a empresa atuaria no mercado e quem seriam os principais públicos-alvo do e-commerce.

Desenvolvimento do plano de marketing

Após esse momento, o plano de marketing foi desenvolvido: como a empresa estaria atingindo este público, as campanhas de divulgação direcionadas a cada um dos stakeholders, as parcerias que serão fundamentais para o projeto acontecer e muitos planos de ação, com objetivos e metas claras para o projeto rodar.

Elaboração do plano operacional

Tudo foi desenvolvido baseado em análises dos dados das pesquisas por todo o Brasil. Além do plano de marketing, foi desenvolvido o plano operacional: qual será a plataforma que será utilizada na empresa, pensando em proporcionar a melhor experiência possível para os consumidores.

Além disso, como ela se organizará internamente no que diz respeito à estrutura organizacional, com definição de cargos e tarefas para operar o negócio.

Por último, e talvez a parte mais importante do negócio, é de fato a estrutura financeira do projeto. Foi definido tudo o que diz respeito a custos, tanto investimentos iniciais quanto custos que serão mensais, sejam estes fixos ou variáveis.

Além disso, foi realizado um estudo aprofundado do mercado no qual o e-commerce será introduzido, entendendo taxas de crescimento do mercado.

Proporcionamos o desenvolvimento de projeções de crescimento da própria empresa, com a criação de cenários realista, pessimista e otimista.

Desta forma, foi possível se ter noção da viabilidade do negócio, o quanto tempo a empresa deixa de ter prejuízos e começa a ter um fluxo de caixa positivo e principalmente o tempo de retorno do investimento inicial realizado (payback). 


A Mais Consultoria Jr. pode ajudar a sua empresa!

Nós desenvolvemos ferramentas de gestão para empresas incluindo Plano de Negócio ! Através de uma análise personalizada do seu negócio vamos atuar com propostas que visam agregar valor e aumentar a competitividade do seu produto ou serviço. Clique no banner abaixo e entre em contato com um dos nossos consultores:

Cases inspiradores do Planos de Negócios nas empresas