fbpx
Blog

Blog Blog

Você está em Home Blog Principais erros e acertos de um Plano de Negócios

Principais erros e acertos de um Plano de Negócios

25/03/2021
Principais erros e acertos de um Plano de Negócios

O Plano de Negócios é um documento formal que registra as metas que a empresa terá que atingir para conseguir chegar a um resultado proposto. Separamos nesse artigo os principais erros e acertos de um Plano de Negócios, que infelizmente são erros bastante comuns e que não devem ser cometidos na criação de um plano de negócios eficiente e próspero.

Continue a leitura para entender como estruturar um bom plano que faça com que a sua empresa esteja internamente organizada e preparada para enfrentar os desafios que irão surgir! ↓

O que é o Plano de Negócios?

Antes de abordarmos os principais erros e acertos de um plano de negócios, você precisa entender o que é esse plano, certo?

Um Plano de negócios é uma ferramenta de gestão que permite que você entenda sobre o seu mercado de atuação. Além disso, ele também possibilita que você tenha uma visão mais precisa do futuro da empresa e, com isso, não siga um caminho errado.

O Planos de negócios também auxilia no processo de atrair investidores, uma vez que este documento demonstra que houve um trabalho em conhecer a fundo o mercado e que existe uma boa estruturação do seu próprio negócio.

Principais erros e acertos durante o desenvolvimento desse plano

Chegou o momento de conhecer os erros e acertos no plano de negócios que você não deve cometer na hora da elaboração. Vamos lá?

1. Achar que ele deve ser feito SOMENTE no início do empreendimento

O plano é uma ferramenta vital que não só deve ser revisado regularmente quando a empresa abre, ou seja, ele também deve ser revisto regularmente para a expansão e manutenção da empresa.

2. Não ter um objetivo claro

A falta de metas claras é um dos principais problemas que empreendedores(as)  enfrentam na hora de fazer planos de negócios. É necessário definir claramente quais são seus objetivos, bem como onde você deseja chegar com a empresa daqui um tempo.

O objetivo é a chave de sucesso de um Plano de Negócios! O foco principal deve ser dividido em pequenos objetivos. Portanto, você deve ter um plano de longo prazo, um plano a médio prazo e também um plano de curto prazo. Tudo isso definirá os principais objetivos da empresa!

3. Não fazer uma projeção financeira

O planejamento financeiro é uma parte importantíssima de qualquer plano, seja nos negócios ou na vida pessoal, não é mesmo?

Discuta com especialistas no assunto e descreve em quais ferramentas poderão ser investidas. O ideal é trabalhar com um o orçamento que supere totalmente os objetivos da empresa.

Questões burocráticas e legislativas, infraestrutura, capital de giro e custos fixos são alguns exemplos que devem constituir um plano financeiro e devem ser considerados para a eliminação de erros.

4. Não conhecer seu público-alvo e seus clientes

Se você não considerar os clientes é impossível esperar que uma empresa tenha sucesso. Esse processo pode ser realizado por meio de métricas, pesquisas ou conversas feitas diretamente com eles.

Descubra suas verdadeiras expectativas para o serviço e como o seu negócio pode e deve ajudá-los.

5. Não ter uma estratégia de Marketing

O marketing é a força vital de uma empresa. Por meio dele, você conquistará novos clientes, reterá os clientes existentes e colocará sua marca no mercado. O que acha de começar a investir  nesse método tão poderoso para os resultados do seu negócio?

Muitos gestores ignoram essa etapa do planejamento, porém o grande fato é que essa etapa é fundamental para o grande sucesso das empresas.  Do que adianta ter um produto ou serviço com inúmeras benefícios, se ele não for exposto e “vendido” através do Marketing?

6. Não ter projeções realistas

O otimismo ou pessimismo excessivo podem ser um erros muito sérios. Para evitar essa situação, o ideal é investir em uma projeção razoável e realista. Essas metas realistas irão garantir a segurança financeira de você e de sua equipe e evitar frustrações desnecessárias.

Uma boa técnica é quantificar os recursos de mínimos de sobrevivência da empresa, que devem ser mantidos por pelo menos 6 meses após a abertura da empresa. É necessário otimizar ao máximo o orçamento, evitando financiamentos muito altos e compra de equipamentos desnecessários.

Como desenvolver um Plano de Negócios?

Desenvolva um Plano de Negócios através de 5 partes fundamentais:

  • Sumário executivo;
  • Análise de mercado;
  • Plano de marketing;
  • Plano operacional;
  • Planejamento financeiro.

Sobre o tempo estipulado para a conclusão de todo o seu plano é interessante que não seja muito demorado e nem muito rápido. Leia o artigo da Harvard Business Review, o qual os pesquisadores descobriram que o tempo ideal para escrever todo o seu plano de negócios, é de 3 meses.

Para entender mais a fundo como aplicar o Plano de Negócios na sua empresa, acesse: Entenda como funciona um Plano de Negócios na prática!

Como vimos, investir em um bom plano de negócios é fundamental para o sucesso e a saúde de sua empresa.

Esperamos que você tenha aprendido no artigo os principais erros cometidos por outros empresas e evite possíveis erros no seu negócio!


Erros no plano de negócios nunca mais!

Você pode contar com toda nossa equipe para te ajudar a alavancar seu plano de negócios da sua empresa. Clique no banner abaixo e entre em contato com um dos nossos especialistas!

Fale com um consultor

 

Leia também

Nossa localização

Faculdade de Engenharia - UFJF Rua José Lourenço Kelmer, s/n São Pedro, Juiz de Fora - MG