Blog

Blog Blog

Você está em Home Blog Empreendedorismo digital: o que é e como explorar essa possibilidade?
9/04/2020

Empreendedorismo digital: o que é e como explorar essa possibilidade?

Empreendedorismo digital: o que é e como explorar essa possibilidade?

Devido às condições de trabalho e à crise econômica que o Brasil sente há alguns anos, empreender tem se tornado uma alternativa para muitas pessoas. Nesse sentido, o online se apresenta como uma solução para começar o próprio negócio com baixo custo de investimento. Mas, como começar? Descubra agora como é o empreendedorismo digital e o que é preciso fazer ter o próprio negócio online.

O que é empreendedorismo digital? 

Empreendedorismo digital: o que é?

O Empreendedorismo Digital trata-se da comercialização de produtos e serviços que tenham como base o ambiente digital. Muitas grandes marcas conhecidas no Brasil e no mundo adentraram os espaços online com venda de seus produtos. Mas, hoje é comum ver pequenos negócios surgindo dessa maneira, seja para comercialização de itens diversificados com entrega em casa ou conteúdos online, consumidos no próprio ambiente digital (infoproduto).

Leia também: Como empreender? 6 dicas para começar o seu próprio negócio

Vantagens do Empreendedorismo Digital 

Baixo custo

Empreendedorismo digital: vantagens

A principal vantagem do empreendedorismo digital, e que acaba sendo determinante para se optar por esse tipo de negócio, é o baixo custo de investimento.

Para abrir uma empresa física inicialmente você já precisa despender um bom dinheiro de aluguel, água, luz, internet, infraestrutura e contratação de funcionários. Além de outros encargos para a regularização de tudo.

No ambiente online é possível começar com a sua própria criatividade e força de vontade para construção de um site em plataforma gratuita, como o Wix. Além disso, você também precisa de um bom gerenciamento de redes sociais, que pode inicialmente ser feito também por conta própria.

Dessa forma, o dinheiro a ser investido em um negócio online, concentra-se realmente no produto ou serviço a ser vendido.  

Mercado

Outro ponto a favor do empreendedorismo digital é o vasto mercado do ambiente online. De acordo com a pesquisa NZN Intelligence, 82% dos consumidores brasileiros com acesso à internet já são adeptos das compras no ambiente digital. Desses, 74% preferem fazer as compras online ao invés de lojas físicas. 

Dessa forma, quando bem estruturado e com boas soluções para o seu público, um negócio online tem tudo para dar certo! Vale destacar que, para ser competitivo é preciso ter atenção a certos aspectos. Por exemplo: os consumidores levam muito em consideração a experiência de outros clientes. Para tomar a decisão de compra acessam sites como “Reclame aqui”.

Por isso, tenham sempre atenção para fazer um bom atendimento, bem como oferecer preços competitivos e outros atrativos que contribuam para a decisão de compra. 

Flexibilidade

Por fim, outra grande vantagem do empreendedorismo online é a flexibilidade. É possível fazer o seu próprio horário de trabalho e até mesmo conciliar com um trabalho formal.

Outra flexibilidade é quanto à localização. Você pode estar em qualquer lugar do Brasil ou do mundo e vender para diversificados mercados.

Primeiros passos para empreender no online 

#1 Modelo de negócio

Empreendedorismo digital: passo a passo

O primeiro passo para empreender, seja no on ou no offline, é pensar no seu modelo de negócio. Afinal, é isso que delineia todo o funcionamento de uma empresa. Ou seja, determina o produto ou serviço, método de produção, público-alvo e fontes de receita.

#2 Plano de negócios

Após pensar no modelo de negócios ideal para você é hora de partir para o desenvolvimento do plano de negócios.

Então, comece pensando no seu modelo de negócio, desde o produto em si, até o público-alvo e formas de fazer crescer o seu empreendimento. Se você não tem experiência sobre o assunto pode recorrer a livros, cursos e consultorias. Uma plataforma que pode te ajudar muito nesse e em outros momentos do Empreendedorismo Digital é o Sebrae.

#3 Estudo de mercado

De mãos dadas com os dois passos anteriores está o estudo de mercado. Como já dissemos, no online existem muitas possibilidades. Mas, também muitas pessoas, assim como você, tentando diariamente. Por isso, antes de começar o seu empreendimento tenha em mente qual ou quais são seus públicos-alvo.

Além disso, pondere se as soluções que oferece realmente são relevantes e vão cativar e ajudar o seu cliente. Pense no seu consumidor também para traçar as estratégias de comunicação para falar com ele.

Por fim, faça uma pesquisa sobre a concorrência (benchmarking) para criar métodos de diferenciação e se destacar em meio a outras opções similares a que você oferece.

#4 Estudo de redes sociais

Já deu para perceber que, por mais que seja “simples” empreender no online, é preciso tanto estudo quanto para lançar um empreendimento em espaço físico. Afinal, um negócio sólido e com capacidade de crescimento precisa de uma firme base, e de um empreendedor bem informado e persistente.

Dessa forma, a principal forma de divulgação de um empreendimento digital são as redes sociais. Faça um estudo dessas plataformas para saber em quais se inserir; pensar na estética da sua divulgação; horários de melhor performance; como patrocinar posts; etc. tudo que contribua para fazer a comunicação com o público de forma assertiva.

#5 Regularize-se

Por fim, o último ponto de atenção antes de partir para a prática é buscar formas de regularizar o seu empreendimento digital. Mas, não pense que isso será difícil e burocrático. O Sebrae pode orientar quais as melhores opções para o seu nicho de mercado. Normalmente, para um empreendedor que está começando tornar-se MEI (Microempreendedor Individual) pode ser uma solução barata e fácil para começar o negócio com tudo em ordem.

Possibilidades do Empreendedorismo Digital

Empreendedorismo digital: possibilidades

Agora você já sabe tudo sobre o mercado online e os passos para empreender no digital. Mas, afinal, quais são as possibilidade de negócios na internet? Aqui vamos te apresentar algumas opções. Vale destacar que existe uma infinidade e, quem sabe, você não tem uma ideia inédita para revolucionar o mercado? No online tudo é possível!

  • E-commerce

E-commerce é uma forma de vender produtos no online por meio de um site, que funciona como uma vitrine virtual. Ou, até mesmo, por meio das redes sociais. Hoje o Instagram já conta com funcionalidades que permitem ao vendedor colocar o preço dos produtos na própria postagem e efetivar a compra dentro da rede social, por exemplo.

Resumindo, o e-commerce é um comércio online que venda produtor físicos que chegam até a casa do comprador. Um grande exemplo desse modelo de negócio é a Amazon.

  • Infoproduto

Já o infoproduto são aqueles consumidos no próprio online. Assim, se você é especialista em algum assunto, pode gerar conteúdo de valor e comercializá-lo. Exemplos de infoprodutos são cursos online, ebooks, consultorias, etc.

  • SaaS

Por fim, o último modelo de negócio de empreendedorismo digital que apresentamos é o SaaS, Softwares as a Service. Que são assinaturas de uso com alguma solução tecnológica, como por exemplo, espaço de armazenamento em nuvem.

Pronto para no empreendedorismo digital? Bons estudos e mão na massa!

Banner para orçamento, no artigo "Empreendedorismo digital: o que é e como explorar essa possibilidade?"

Leia também

Nossa localização

Faculdade de Engenharia - UFJF Rua José Lourenço Kelmer, s/n São Pedro, Juiz de Fora - MG