Blog

Blog Blog

Você está em Home Blog Modelo de negócios: o que aprendemos com Google e Netflix
14/12/2018

Modelo de negócios: o que aprendemos com Google e Netflix

Modelo de negócios: o que aprendemos com Google e Netflix

Para que uma empresa dê certo e alcance sucesso e visibilidade, é preciso que ela tenha um modelo de negócios estruturado e bem definido. No mercado encontramos grandes organizações que têm modelo de negócios admiráveis, como Google e Netflix. Mas, o que podemos aprender com essas empresas? É para responder a esta pergunta que surgiu este artigo. Então, continue lendo e encontre a resposta.

Antes de tudo, é importante que você entenda o que é modelo de negócios e perceba o quanto ele é essencial para todas as empresas.

O que é modelo de negócios

Modelo de negócios é a lógica da existência de uma organização. É a estratégia que se inclui em todo funcionamento da empresa. É através do modelo de negócios que a empresa materializa, executa e monitora a execução das estratégias. Em outras palavras, é a definição de preço do produto/serviço, do público-alvo, do canal que será utilizado, entre outros pontos. Já a aplicação na prática do modelo de negócios é chamada de modelo de gestão. É o campo responsável pelos indicadores, relatórios e pela cultura da empresa.

A seguir, vamos falar um pouco sobre duas empresas muito respeitadas no mundo todo: Netflix e Google. Ambas são reconhecidas como fontes de inspiração e aprendizado quando a temática é modelo de negócios.

Porém, é importante lembrar que, por mais que sejam casos de sucesso, não basta copiá-los.

Modelo de negócios: Netflix

A Netflix é um serviço de internet TV, que surgiu no mercado em 1997. Na época, a organização funcionava como locadora online de vídeos. Mas, ao enfrentar certos problemas, a empresa percebeu que o seu modelo de negócios já não estava funcionando como esperado e, por isso, decidiu inovar. Ou seja, naquele momento a Netflix mudou sua estratégia.

À partir de então, ela se reinventou no mercado e, atualmente, o serviço é focado em filmes, séries e documentários, onde o canal é a internet. Portanto, o que aprendemos com a Netflix é que podemos enxergar um problema como oportunidade de inovação no mercado.

Em 2007, após se reinventar várias vezes, a Netflix chegou ao seu serviço principal, que é o existente hoje em dia. A empresa introduziu o serviço via streaming, permitindo que seus assinantes assistam filmes e séries a qualquer hora por um preço fixo. Este então, é o modelo de negócios mais recente e atual da Netflix. Ele é do tipo All You Can Eat, por permitir que os clientes consumam seu produto/serviço a qualquer hora, pagando um valor fixo.

A proposta inicial da Netflix era oferecer ao mercado, um serviço de entretenimento promovendo comodidade às pessoas. Apesar das reformulações do modelo de negócios, a proposta permanece, até hoje, sendo a mesma. Ou seja, a organização manteve-se fiel ao conceito, mesmo reformulando seu modelo de negócios.

Modelo de negócios: Google

O Google foi fundado em 1998 e, com apenas 20 anos no mercado, é uma das empresas de tecnologia mais importantes do mundo. Ela surgiu no mercado como empresa privada e, anos depois, tornou-se pública. Mas a missão do Google, de “organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil”, permanece a mesma, desde o seu surgimento até os dias atuais.

O modelo de negócios do Google é do tipo Plataforma Multilateral por atender dois segmentos diferentes de clientes coexistentes e interdependentes, onde a geração de valor é recíproca entre os dois.

Assim como a Netflix, o Google também passou por reformulações no seu modelo de negócios ao longo da sua existência. Porém, ambas mantiveram o segmento  e se reformularam de acordo com os desafios e as necessidades do mercado.

O que aprendemos com Google e Netflix

Viu o quanto podemos aprender sobre empreendedorismo com duas das organizações mais importantes do mundo? O primeiro ponto é que, para crescer, é preciso que a empresa acompanhe as transformações do mercado e se adapte a elas.

Mas, podemos concluir também que, apesar das mudanças, é essencial que a empresa siga sempre sua missão. Outro ponto muito importante, é selecionar as pessoas certas para fazer parte da equipe. Manter no seu time profissionais que realmente entendem e dominem a cultura da empresa, faz toda a diferença.

Com todas essas informações, a importância do modelo de negócios ficou completamente clara. Portanto, não deixe de analisar o cenário que sua empresa está incluída. E não tenha medo da adaptação. Lembre-se que foi se adaptando que Google, Netflix e tanta outras organizações muito importantes, chegaram no patamar atual.

Mas, caso você sinta que sua empresa precisa passar por uma reformulação, mas não sabe por onde começar, a Mais Consultoria Jr. pode te ajudar. Clique aqui e solicite um diagnóstico gratuito a um de nossos consultores.

Leia também

Nossa localização

Faculdade de Engenharia - UFJF Rua José Lourenço Kelmer, s/n São Pedro, Juiz de Fora - MG