Blog

Blog Blog

Você está em Home Blog Como sair das dívidas da sua empresa
6/11/2018

Como sair das dívidas da sua empresa

Como sair das dívidas da sua empresa

Todo empreendedor, ao dar início a um negócio, assume todos os riscos, especialmente com o setor financeiro. Para investir e expandir no mercado, a maioria das empresas recorre a empréstimos e fazem algumas dívidas. Porém, essas questões que envolvem dinheiro são muito sérias e, por isso, exigem um certo controle. Este blog é dedicado, principalmente, para você, empreendedor! Sua empresa está completamente no vermelho? Ou você quer adquirir conhecimento para evitar o endividamento? Então, continue lendo e aprenda como sair das dívidas.   

Antes de tudo, é preciso conhecer os caminhos que levam ao acúmulo de dívidas para, então, evitá-los. Entre eles estão: compra acima do necessário, poucas vendas, investimento sem planejamento e má administração dos recursos.

Um fato é: toda empresa que possui um Planejamento bem estruturado, se livra dos riscos do endividamento. Planejar e criar metas, são pontos importantes, que garantem a estabilidade financeira.

Para evitar o endividamento, basta aplicar certos costumes na organização, como:

  • Tenha um Planejamento Financeiro;
  • Guarde reservas em caixa;
  • Mantenha ficha limpa de inadimplência;
  • Evitar pagamentos atrasados;
  • Reduza os custos.

Aprenda a reduzir os custos da sua empresa:

Como reduzir custos da sua empresa

Educação financeira: Como sair das dívidas?

Para evitar que a dívida se instale e domine o seu negócio, o ideal é agir nos primeiros sinais do problema. Abaixo, listamos algumas dicas de ações a serem tomadas quando esta situação alcançar o seu negócio. Atenção:

Identificar a dívida

Para que sua empresa tenha chegado num nível descontrolado de dívidas, provavelmente não existia um monitoramento do fluxo de caixa. Portanto, não cometa o mesmo erro: identifique e certifique o valor de cada dívida e a quem deve. Crie uma planilha bem organizada, com todas as informações necessárias. Anote tudo!

Tempo para quitação da dívida

O próximo passo é fazer um cálculo com o intuito de medir em quanto tempo será capaz quitar as dívidas. Para isso, é necessário colocar no papel todo o faturamento mensal menos as despesas normais da empresa. Assim, encontrará o resultado e saberá exatamente o lucro do mês. Ou seja, a parcela que você deverá usar para se livrar das dívidas. Lembre-se: é importante se esforçar para que o lucro seja cada vez maior.

Gerenciamento de compra e venda

Preste atenção na compra e na venda. Fazer contas que resultam num valor acima do quanto sua empresa recebe com as vendas é o mesmo que dar abertura ao descontrole. Essa atitude tende a se tornar uma bola de neve e é neste momento que surge o endividamento.

Além disso, é extremamente importante se atentar ao prazo de pagamento cedido ao cliente. Para que a empresa possa conceder um longo prazo para o recebimento do dinheiro, ela precisa contar com um capital de giro bem estruturado, para não haver problemas posteriormente.

Troca de credores

Um dos maiores empecilhos do pagamento da dívida é a combinação entre juros altos e curto prazo. Portanto, caso as taxas de juros da sua dívida sejam altas, vale pensar na troca de credor.

Comprometimento das atividades

O endividamento por si só já é uma grande complicação para o bom andamento do negócio. Porém, a situação está sempre sujeita a piorar. Um exemplo disso é quando a dívida com algum fornecedor torna-se o caminho para o bloqueio do abastecimento da empresa. Por isso, recomenda-se, ao gestor, conversar com o fornecedor, informá-lo sobre a situação atual da empresa e da possibilidade de atraso. Em seguida, tentar propor um acordo.

Venda de bens

Muitas empresas possuem bens que não são úteis para o seu funcionamento e que podem ser repassados. Fazendo isso, haverá uma redução de custos com um equipamento parado, além de obter lucro com a venda do mesmo.

O endividamento é um grande motivador para que muitos empreendedores desistam do negócio. Um bom conselho é: caso este problema atinja a sua empresa, encare o momento com seriedade e profissionalismo. Outra dica é se esforçar para manter as contas sob controle e também as projeções de faturamento. Com isso, o seu lucro será maior e você terá a possibilidade de adiantar as parcelas do pagamento.

É importante lembrar que o que paga dívida é geração de caixa e capitalização e não o refinanciamento através de outra dívida. Além disso, não se iluda com volume de vendas e foque na rentabilidade.

Além dessas dicas, quer contar com uma ajuda profissional? A Mais Consultoria Jr. sabe como te ajudar. Entre em contato com a gente. 

Leia também

Nossa localização

Faculdade de Engenharia - UFJF Rua José Lourenço Kelmer, s/n São Pedro, Juiz de Fora - MG