Empresa Júnior de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Juiz de Fora

Notícias

Vantagens do planejamento estratégico: por que mantê-lo atualizado?

Montar um planejamento estratégico (PE) não é exatamente a coisa mais fácil de se fazer nos trabalhos da gestão de uma empresa, mas vale a pena, pois as vantagens do planejamento estratégico são muitas.

O planejamento estratégico é responsável por guiar os passos da organização durante um determinado período de tempo, para que, ao final desse ciclo, os objetivos tenham sido alcançados.

Isso requer muito estudo sobre as particularidades da organização e uma visão clara e objetiva de onde a empresa quer chegar.

As vantagens do planejamento estratégico vão muito além da formalização dos objetivos da empresa, elas envolvem fatores operacionais e ajudam até na otimização do tempo.

Mas para compreendermos de verdade as vantagens do planejamento estratégico, é preciso primeiro entender o que é o planejamento estratégico.

Vamos lá?

O que é planejamento estratégico?

O planejamento estratégico é um documento que contém os passos que devem ser tomados pela empresa até um determinado período de tempo.

Ele deve conter:

  • Estudo de mercado;
  • Definição do público-alvo;
  • Missão, visão e valores da empresa;
  • Análise SWOT da marca;
  • Objetivos macros;
  • Estratégias para obtenção dos objetivos macro;
  • Planos de ação para colocar em prática as estratégias;
  • Indicadores para medir a eficácia dos planos de ação.

O “período de vida” do PE, ou seja, seu ciclo, dependerá da realidade da empresa. Algumas empresas – geralmente as mais dinâmicas montam planejamentos estratégicos de 2 anos.

Já outras as que têm objetivos que demandam mais tempo para serem atingidos  têm ciclos mais longos, as vezes de até 5 anos.  

Parece muita coisa, a gente sabe, mas não é tão complicado assim. Isso porque pensar no futuro é natural, o que muitas vezes não fazemos é pensar em como chegar onde queremos e é isso que a elaboração de um PE nos proporciona.  

Para facilitar a definição de todos esses pontos e não deixar você esquecer de nada, existe uma ordem que deve ser seguida para a elaboração do planejamento estratégico.

Primeiramente, é necessário definir o propósito do negócio, seus produtos, as necessidades dos clientes e o ramo do mercado em que a empresa atuará.

Depois disso vem a análise SWOT, que analisa tanto o ambiente externo quanto o externo da empresa, identificando suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

A próxima etapa é definir a missão, a visão e os valores da empresa. São esses que guiarão os passos da organização.

Os valores, por exemplo, devem ser levados em consideração em processos seletivos, uma vez que os valores pessoais dos membros devem estar alinhados com os valores da marca.

A missão consiste no motivo pelo qual a empresa existe. A visão é onde a empresa quer chegar ao final daquele ciclo do PE e os valores são as crenças e atitudes que darão uma identidade a empresa.

Agora é hora de definir os objetivos-macro da sua empresa, sem se preocupar com o “como”. Por isso, um dos objetivos da sua organização pode ser simplesmente “vender mais”.  

Depois de definir os objetivos macros, é hora de pensar nas estratégias que farão você atingir seu objetivo. No caso de “vender mais”, uma estratégia pode ser “fidelizar mais clientes”.

Cada estratégia será desdobrada em planos de ação, que será o nosso “como”. Como conseguiremos fidelizar mais clientes?

Uma resposta poderia ser “realizar um evento exclusivo para clientes da marca”, por exemplo, assim a marca se faz presente na vida de seus consumidores.

E para medir a eficácia de todas essas ideias, são definidos indicadores que mensurarão os resultados. Sendo assim, no nosso exemplo de fidelizar clientes, um indicador pode ser o valor do NPS.

A empresa cria metas no planejamento estratégico para todos os seus indicadores, e, ao ter essas metas cumpridas, atinge seus resultados. A meta do NPS, por exemplo, costuma ser 9 ou mais.

Depois de finalizadas essas etapas e tendo compilado todas essas informações em um único documento você tem o seu planejamento estratégico.

Quais são as reais vantagens do planejamento estratégico?

Mas o objetivo do nosso texto de hoje não é te ensinar a montar o PE (isso você pode ver aqui), e sim te mostrar as vantagens do planejamento estratégico.

Foco no estratégico

Com um planejamento estratégico montado e rodando dentro da organização, todas as ações tomadas serão decididas em cima do foco estratégico da empresa.

Ou seja, ideias que não estejam alinhadas com as estratégias e planos de ação da organização, serão imediatamente descartadas.

Dessa forma, reduz-se o tempo e o investimento gastos com ações que não darão o resultado pretendido.

Além disso, como o PE tem prazo de validade, ele estimula a sensação de urgência, não deixando os colaboradores se acomodarem e trazendo dinamismo à organização.

É por isso que as metas precisam ser alcançáveis e desafiadoras: para estimular os envolvidos a trabalharem duro em função dela.

Crescimento constante

Com o fim do ciclo do PE, os gestores montam um novo planejamento estratégico, o que faz com a empresa leve em consideração as mudanças no mercado e continue seu processo de crescimento e amadurecimento.

Manter um planejamento estratégico atualizado garante a motivação constante dos funcionários em busca de objetivos cada vez mais grandiosos.

Mais clareza nas contratações

Como já falamos anteriormente, o planejamento estratégico também auxilia na hora de escolher as novas contratações.

Grandes empresas, que tem seu foco no desenvolvimento de pessoas e garantem resultados expressivos, costumam ter um grande número de pessoas inscritas em seus processos seletivos.

Assim, um fator que deve ser observado e já servir de critério eliminatório é o alinhamento dos valores pessoais do membro com os valores organizacionais da empresa.

Esse alinhamento deve ser levado em consideração independente do cargo pelo qual a pessoa está interessada: estágio, trainee, efetivação etc.

Mas vale lembrar que não é apenas nas grandes empresas que esse alinhamento deve existir. As micro e pequenas empresas também precisam que seus funcionários estejam alinhados com a cultura da organização para conseguirem crescer e ganhar espaço no mercado.

Agora que você já sabe as vantagens do planejamento estratégico e porque deve mantê-lo atualizado, aprenda a executar o PE nos níveis estratégico, tático e operacional através do link.

 

Deixe uma resposta